Compartilhar:

A Polícia Civil apreendeu mais de 1,8 mil quilos de carne de charque nas cidades de Guarabira, Brejo da Paraíba, e São Miguel de Taipu, O produto teria sido roubado de um comerciante, em Minas Gerais. Além disso, neste caso, um homem é suspeito de estelionato.

De acordo com o delegado Demétrius Patrício, um homem de Campina Grande criou uma empresa fantasma e foi até o estado mineiro se oferecer para ser uma espécie de revendedor da marca de carnes no Nordeste.

Durante a investigação, a Polícia Civil descobriu também que o suspeito da fraude abriu a empresa fantasma em um endereço de uma igreja que funciona no bairro do Ligeiro, em Campina Grande.

Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 + 15 =