Compartilhar:

O senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB) afirmou, nesta sexta-feira (24), que não tem encontrado com o o seu colega de partido, o ex-governador Ricardo Coutinho, apontado como um dos responsáveis por sua eleição ao senado em 2018.

“Não tive com ele recentemente. Estive em uma ocasião virtualmente em uma reunião nacional do PSB e ele participou como presidente da Fundação João Mangabeira e eu, como líder do partido também estive. Presencialmente, encontrei com ele em novembro em Brasília, retornando para a capital paraibana”, contou.

Em entrevista ao programa 60 Minutos, da Arapuan FM, o socialista ainda confirmou que deve continuar na legenda, mesmo após os escândalos de supostos casos de corrupção envolvendo o PSB que estourou na Operação Calvário em 2019.

“Em nível nacional, eu me sinto confortável sim porque o PSB tem e defende linhas com as quais eu tenho aproximação plena, estou muito à vontade, os conceitos, doutrina, pensamento, visão econômica, projeto para o país que vemos no PSB nos últimos anos, eu me afino, me identifico, quando falo a esse respeito, estou muito a vontade”, declarou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *